...Enjoy
“Que vida, hein? É hora de levantar e sacudir os farelos de biscoito recheado, garota. Não deu, não deu.”
Sofri um acidente de amor, mas tô legal, só quebrei a cara.

Tati Bernardi.   

Mas é no fim do dia que somos honestos com nós mesmos. Não importa se você tem filhos, uma banda, uma bela esposa ou uma lista da Rolling Stone com as melhores canções pra ouvir antes de morrer. Você sempre acerta suas contas com o fim do dia.

Gabito Nunes  

Sobre isso de “quem-machuca-quem”. Não há muita saída, há? É como duas pessoas que se jogam em queda livre, dividindo o mesmo paraquedas, uma só cordinha. Se alguém achar que está indo rápido demais ou que já estamos meio perto do chão, adianta consultar o outro? Não, você abre a lona e respira. Azar se o parceiro estava curtindo o vento na cara e a paisagem azulada do céu.

Gabito Nunes

Vou ficar legal. E você vai sentir minha falta.

Gabito Nunes.

Primeiro, você sente muito. Depois, você sente falta. Quando percebe, você não sente mais nada.

Tati Bernardi.

Se você deixasse tudo de lado, por cinco minutos, e escutasse tudo que meus olhos têm a te dizer, eu diria tudo em silêncio, sem precisar falar.

Gabito Nunes. 

O telefone ao lado, na cabeceira da minha cama… Penso em te ligar pelo menos umas vinte vezes por noite, e todas essas vezes que eu pensava em discar seu numero, ficava ali na esperança que ele tocasse e fosse você. Mas ele não toca, e se toca, nunca é você.

Carol Alves 


@